Entre em contato com um de nossos especialistas!

Laudo termografia e instalações elétricas: Qual a relação?

Escrito por: Claudio Roberto Cirino

O laudo termografia é uma ferramenta fundamental para a manutenção e segurança de instalações elétricas. 

laudo termografia

Afinal, a segurança e a eficiência das instalações elétricas são preocupações fundamentais em qualquer ambiente, seja uma residência, uma empresa ou uma indústria. 

Nesse contexto, a termografia tem se destacado como uma ferramenta poderosa para avaliar o estado das instalações elétricas de maneira não invasiva e precisa. 

Mas qual é a relação entre a termografia e as instalações elétricas? Como essa tecnologia pode identificar problemas antes que se tornem críticos?

Neste conteúdo épico, vamos explorar em detalhes o que é o laudo de termografia, como ele é realizado e seus benefícios para instalações elétricas mais eficientes.

Laudo termografia: o que é e para que serve?

O laudo termografia é um documento técnico que avalia o estado das instalações elétricas por meio da termografia infravermelha. Ele é essencial para identificar falhas e prevenir acidentes.

A termografia é uma técnica que utiliza câmeras infravermelhas para medir e registrar a temperatura de superfícies, permitindo identificar variações de temperatura que podem indicar problemas ou anomalias.

Assim, a principal finalidade de um laudo de termografia é avaliar o estado de componentes, sistemas elétricos, mecânicos ou estruturais de uma forma não invasiva. Além disso, a análise termográfica pode detectar:

  • Anomalias;
  • Superaquecimento;
  • Pontos quentes ou frios;
  • Vazamentos de calor.

Ou seja, diversas condições anormais que não seriam visíveis a olho nu.

Por conta disso, a termografia é amplamente utilizada na manutenção preventiva, identificando problemas em equipamentos e sistemas antes que causem falhas graves. Isso evita paradas não planejadas e reduz custos de reparo.

Já no contexto elétrico, como é uma ferramenta que detecta variações de temperatura em superfícies, permite identificar pontos de aquecimento em sistemas elétricos, evitando curtos e incêndios.

Objetivos e aplicações do laudo termográfico

Um laudo de termografia desempenha um papel vital na identificação precoce de problemas e na manutenção eficaz de sistemas e estruturas, contribuindo para a segurança, confiabilidade e eficiência em uma variedade de aplicações.

Em sistemas elétricos, a termografia pode identificar conexões soltas, componentes defeituosos e sobrecargas, evitando curtos-circuitos, incêndios e interrupções no fornecimento de energia.

Já em equipamentos mecânicos, a termografia identifica pontos de desgaste, lubrificação inadequada e outros problemas que podem levar a falhas mecânicas.

A análise termográfica também é aplicada para avaliar o desempenho energético de edifícios e sistemas HVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado), identificando áreas de perda de calor ou resfriamento excessivo.

Tipos de inspeções termográficas

As inspeções termográficas em sistemas elétricos podem variar em termos de escopo e propósito, dependendo das necessidades e objetivos específicos de monitoramento. Confira a seguir os principais tipos de inspeções termográficas em sistemas elétricos.

Inspeção de manutenção preventiva

Esta é a forma mais comum de inspeção termográfica em sistemas elétricos. 

Ela envolve a análise regular de painéis elétricos, quadros de distribuição, disjuntores, conexões e outros componentes elétricos para detectar sinais de superaquecimento, conexões soltas ou defeituosas.

A inspeção de manutenção preventiva ajuda a identificar problemas antes que causem falhas ou interrupções no fornecimento de energia.

Inspeção de equipamentos específicos

Em alguns casos, a termografia é usada para inspecionar equipamentos elétricos específicos, como transformadores, motores, geradores e painéis de controle. 

Essa abordagem permite uma análise mais detalhada dos componentes críticos.

Inspeção durante cargas normais

A inspeção termográfica pode ser realizada durante a operação normal dos sistemas elétricos para avaliar o comportamento térmico sob carga. Assim, permite identificar problemas que podem ocorrer apenas sob condições de carga.

Inspeção de equipamentos desenergizados

Em algumas situações, é necessário desenergizar o equipamento elétrico para realizar uma inspeção termográfica segura e detalhada.

É um procedimento comum ao inspecionar conexões internas em painéis elétricos, por exemplo.

Inspeção de pontos críticos

Algumas inspeções termográficas se concentram em pontos críticos, nos quais problemas são mais prováveis de ocorrer.

São exemplos as conexões de cabos, terminais de disjuntores e áreas propensas a sobreaquecimento.

Inspeção periódica

A frequência das inspeções termográficas pode variar, mas é comum realizar inspeções periódicas, como mensal, trimestral ou anual, dependendo da criticidade dos sistemas elétricos.

Inspeção de emergência

Em situações de emergência, como após uma tempestade severa, a termografia pode ser usada para avaliar rapidamente o estado dos sistemas elétricos e identificar danos ou áreas críticas que precisam de reparos imediatos.

Inspeção de eficiência energética

Além de identificar problemas de segurança, a termografia também pode ser usada para avaliar a eficiência energética de sistemas elétricos.

Nesse caso, o procedimento identifica áreas de perda de calor excessivo que podem afetar o consumo de energia.

Cabe ressaltar neste ponto que, independentemente do tipo de inspeção, é fundamental que ela seja conduzida por profissionais qualificados em termografia, pois a interpretação precisa das imagens termográficas é essencial para tomar decisões informadas sobre a manutenção e os reparos necessários.

Como a inspeção de laudo termográfico é feito?

A inspeção de laudo termografia é realizada usando uma câmera termográfica, também conhecida como câmera infravermelha. 

Essa tecnologia permite a captura de imagens térmicas que representam a distribuição de temperatura de uma superfície ou objeto.

A inspeção termográfica é um processo relativamente simples, mas requer conhecimento técnico para ser interpretada corretamente. 

De modo geral, antes do procedimento de inspeção, é importante realizar uma preparação adequada. 

Ou seja, é preciso definir os objetivos da inspeção, identificar os componentes a serem inspecionados e programar a inspeção em um momento apropriado.

Já no processo em si, os profissionais deverão escolher o equipamento mais apropriado para a aplicação.

Isso porque as câmeras variam em termos de resolução, sensibilidade térmica e recursos adicionais, como gravação de vídeo e armazenamento de imagens.

Além disso, a câmera termográfica deve ser configurada de acordo com as condições da inspeção. Isso inclui ajustar a faixa de temperatura a ser analisada e definir as escalas de cores para melhor visualização das imagens.

Importante dizer que as condições ambientais podem afetar a precisão das medições termográficas. 

Por isso, certifique-se de que as condições climáticas, como vento e umidade, sejam adequadas para a inspeção. 

Em alguns casos, pode ser necessário compensar a emissividade da superfície sendo inspecionada.

Para a captura, a câmera deve ser posicionada junto à superfície de interesse, tendo o botão de captura pressionado para registrar a imagem térmica.

Após a captura, as imagens são analisadas para identificar variações de temperatura, pontos quentes ou frios e quaisquer padrões anormais.

Posteriormente, é preciso documentar os resultados da inspeção, incluindo as imagens termográficas, as localizações das medições e quaisquer observações relevantes.

Com base nessas informações, o relatório técnico é feito para descrever os resultados da inspeção, identificando quaisquer problemas detectados e fornecendo recomendações para manutenção ou reparo, se necessário.

Etapas para emissão do laudo

A emissão de um laudo termográfico envolve várias etapas que são essenciais para a qualidade, precisão e utilidade do documento. 

O primeiro passo é revisar todas as imagens termográficas capturadas durante a inspeção. 

Aqui é importante analisar cuidadosamente cada imagem para identificar variações de temperatura, pontos quentes ou frios e quaisquer padrões anormais.

Com base na análise das imagens termográficas, quaisquer problemas, anomalias ou áreas de preocupação são identificados. Mais ainda, devem ser quantificados, como indicar a temperatura exata das áreas problemáticas. Isso é útil para priorizar ações corretivas.

Também é preciso que o documento especifique o potencial impacto desses problemas na segurança, confiabilidade e operação dos sistemas elétricos.

Com base na avaliação dos problemas e dos riscos, recomendações específicas para ações corretivas podem ser traçadas. 

Já com relação ao documento em si, o laudo deve ser claro, organizado e seguir um formato padronizado. Além disso, deve ser assinado e certificado por um profissional qualificado em termografia, que atesta a precisão e a conformidade do documento.

Escopo normativo e validade

O escopo normativo e a validade de um laudo termográfico são aspectos importantes para que o documento seja relevante, confiável e esteja em conformidade com as normas técnicas.

Em primeiro momento, o escopo normativo se refere às diretrizes e padrões técnicos que o laudo termográfico deve seguir. 

Em muitos países, existem normas e regulamentos específicos que estabelecem os requisitos para inspeções termográficas e a emissão de laudos. 

Com isso, o escopo normativo pode variar dependendo da aplicação e do tipo de equipamento ou sistema inspecionado.

Cabe ressaltar que a conformidade com as normas é necessária para fins de seguro, conformidade regulatória e aceitação pelas autoridades competentes.

Já a validade de um laudo termográfico refere-se ao período pelo qual as informações e as conclusões do laudo são consideradas precisas e aplicáveis. 

A validade pode variar dependendo da natureza da inspeção e dos problemas identificados. Alguns pontos a considerar sobre a validade de um laudo termográfico incluem:

 

  1. Tempo de Validade: a validade pode variar de alguns meses a vários anos, dependendo das condições e dos objetivos da inspeção. Ela deve ser especificada no próprio laudo.
  2. Mudanças nas Condições: mudanças nas condições operacionais, como alterações no sistema elétrico, afetam a validade do laudo. Nestes casos, uma nova inspeção termográfica é necessária.
  3. Manutenção: a validade de um laudo pode ser estendida se forem realizadas ações corretivas e se houver um programa de manutenção em vigor.
  4. Reavaliação Periódica: inspeções termográficas devem ser reavaliadas periodicamente para que as informações permaneçam atualizadas e relevantes. 

Assim, até a frequência da reavaliação depende das condições e dos riscos associados aos sistemas inspecionados.

Benefícios do laudo de inspeção termográfica

A utilização de um laudo termografia no sistema elétrico oferece diversos benefícios significativos, contribuindo para a segurança, confiabilidade e eficiência desses sistemas. Os principais benefícios são:

  • Detecção precoce de problemas;
  • Prevenção de falhas;
  • Melhoria na segurança;
  • Aumento da eficiência energética;
  • Prolongamento da vida útil dos equipamentos;
  • Conformidade com normas e regulamentos;
  • Economia de custos a longo prazo;
  • Tomada de decisões informadas;
  • Redução de riscos ambientais.

A manutenção preventiva com base na termografia também contribui para a confiabilidade do fornecimento de energia, beneficiando tanto consumidores quanto prestadores de serviços públicos.

Quando o laudo é indicado?

A termografia em instalações elétricas é uma poderosa ferramenta para identificar problemas invisíveis a olho nu, como aquecimentos anormais em componentes elétricos. 

Mas quando é indicado realizar um laudo termográfico? 

Em geral, esse serviço é altamente recomendado para instalações elétricas de todos os tipos, especialmente em ambientes industriais e comerciais. 

Se você busca prevenir falhas elétricas, evitar interrupções não planejadas e garantir a segurança de suas instalações e funcionários, considerar a realização de um laudo termográfico é uma escolha inteligente.

Método: realize laudo termografia com segurança

Invista na segurança e na integridade de suas instalações elétricas. 

A Método Sorocaba é especializada em laudos termográficos precisos e confiáveis. Nossa equipe de especialistas está preparada para identificar problemas antes que eles se tornem críticos, evitando paradas inesperadas e possíveis incêndios. 

Proteja seu patrimônio e sua produtividade. Entre em contato hoje mesmo e descubra como nosso serviço de termografia pode beneficiar suas instalações elétricas.

Entre em contato com a Método para obter assistência especializada na realização de laudos termografia. 

Estamos comprometidos em proporcionar ambientes elétricos mais seguros e eficientes.

A termografia elétrica é uma técnica que permite visualizar e medir a radiação térmica em equipamentos elétricos e eletrônicos, proporcionando informações valiosas sobre o desempenho destes equipamentos. 

O laudo de termografia elétrica é uma avaliação técnica realizada por especialistas em termografia, que utiliza equipamentos de medição de temperatura infravermelha para detectar pontos de superaquecimento ou outras anormalidades térmicas em equipamentos elétricos e eletrônicos.

A importância do laudo de termografia elétrica para indústrias é imensa, pois permite identificar problemas técnicos em equipamentos elétricos antes que eles causem danos ou interrupções na produção. Além disso, o laudo de termografia elétrica pode ajudar a prevenir incêndios, evitar problemas de segurança elétrica e prolongar a vida útil dos equipamentos.

O laudo de termografia elétrica também é uma importante ferramenta de gerenciamento de manutenção, permitindo que as equipes de manutenção priorizem as atividades de manutenção e garantam a disponibilidade dos equipamentos.

Para a Método Projetos e Instalações Elétricas, o laudo de termografia elétrica é uma ferramenta essencial para garantir a segurança, a eficiência e a disponibilidade dos equipamentos elétricos e eletrônicos em indústrias, ajudando a maximizar a produtividade e a minimizar os custos com manutenção.

Por isso, recomenda-se que seja realizado periodicamente para garantir a integridade dos equipamentos e a segurança dos colaboradores e do meio ambiente. Agende um de nossos técnicos para uma visita.

Procurando por laudo termografia, encontre a empresa líder do mercado. Solicite um orçamento por whatsapp e conheça a empresa que é líder de mercado.


Sobre o autor

Claudio Roberto Cirino é Engenheiro Eletricista na Método há mais de 3 anos e escreve conteúdos para auxiliar os visitantes do blog em suas dúvidas e questionamentos sobre prestação de serviços técnicos, projetos, laudos e soluções.



  • Belo Horizonte
  • Uberlândia
  • Contagem
  • Juiz de Fora
  • Betim
  • Montes Claros
  • Ribeirão das Neves
  • Uberaba
  • Governador Valadares
  • Ipatinga
  • Santa Luzia
  • Sete Lagoas
  • Divinópolis
  • Ibirité
  • Poços de Caldas
  • Patos de Minas
  • Teófilo Otoni
  • Sabará
  • Pouso Alegre
  • Barbacena
  • Varginha
  • Conselheiro Lafeiete
  • Araguari
  • Itabira
  • Passos